Dias
Horas
Minutos
Segundos
PortuguêsEnglishEspañol
PortuguêsEnglishEspañol

Molduras é um dos destaques do Brasil na exportação de produtos de madeira

O segmento de molduras tem uma importante parcela nas exportações de produtos de madeira fabricados no Brasil. Em 2018 o Brasil exportou cerca de US$ 214 milhões deste produto, principalmente para os Estados Unidos (ACR 2019). O país da América do Norte foi responsável por comprar 96% de todo o volume de molduras de madeira exportado pelo Brasil no ano passado. Os 4% restantes estão pulverizados em mais de 20 países.

Fabricadas principalmente a partir de madeira sólida de pinus tem as principais empresas produtoras sediadas nos estados do Paraná e Santa Catarina. Os dois estados produzem juntos quase todo o volume de molduras de madeira do país. O Paraná lidera as exportações, com aproximadamente 75% do total, enquanto Santa Catarina é responsável por cerca de 25% do volume exportado pelo Brasil.

Os produtos são de alto valor agregado pois passam por diversos processos até ficarem prontos para comercialização. Os principais usos das molduras de madeira são na fase de acabamento da construção civil. Elas são utilizadas em rodapés, guarnições, acabamentos internos diversos, componentes de portas e outros.

O tema “Mercado de Molduras”, será apresentado no 3º WoodTrade Brazil, no dia 10 de setembro, pelo coordenador do Comitê de Molduras da ABIMCI, Luis Daniel Woiski Guilherme. “Atualmente o mercado está bem estagnado, devido à restrição de mão-de-obra na construção civil nos Estados Unidos e agressividade dos produtos chineses. A China não importa produtos acabados, somente matéria-prima, e ainda assim são extremamente competitivos. São nossos maiores concorrentes no mercado americano, principal consumidor mundial”, explica ele. Entre os diferenciais do Brasil, Luis Daniel destaca dois pontos: nossa matéria-prima e o nível tecnológico da indústria brasileira.

O WoodTrade Brazil faz parte da programação da III Semana Internacional da Madeira e está com inscrições gratuitas abertas que devem ser feitas através do site da Lignum Latin America, no endereço: www.lignumlatinamerica.com.

Compartilhe

VEJA TAMBÉM